Colangiografia transcolecística percutânea em cães e gatos

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

C. A. R. Gomes
T. P. Anacleto
L. M. Sampaio

Resumo

Dentre as colangiografias registradas em cães e gatos, as que determinam a obstrução do fluxo biliar são as mais graves. O portador de obstrução biliar apresenta a icterícia como sinal clínico mais evidente e deve ser submetido a exames de imagem para investigar a existência de um processo obstrutivo. Os métodos atualmente disponíveis, como a radiografia convencional, ultrassonografia, e tomografia computadorizada apresentam algumas restrições, como sensibilidade diagnóstica insuficiente ou alto custo. A colangiografia é considerada como o mais completo e detalhado método de delineamento anatômico e investigação diagnóstica das vias biliares. Neste contexto, este trabalho foi delineado para padronizar a técnica de colangiografia transcolecística percutânea em cães e gatos, consistindo na injeção percutânea de contraste no interior das vias biliares por colecistocentese, permitindo a visualização radiográfica e investigação diagnóstica das vias biliares em ambas as espécies.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
VII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM VETERINÁRIO (SINDIV)