Relação entre a localização da reação osteoperiosteal e da anquilose articular em casos de osteoartrite társica proliferativa anquilosante em equinos de vaquejada da raça quarto de milha

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

P. C. Schellin
D. M. Souza
J. E. B. Leite

Resumo

Os equinos da raça quarto de milha apresentam aptidões amplamente requisitadas em animais esportivos, dessa forma, sua alta capacidade de acelerar, parar o movimento, e mudar de direção repentinamente os fazem ser frequentemente utilizados em competições, como vaquejadas. Todavia, essas situações requerem o limite máximo da capacidade biomecânica desses animais, predispondo, assim, o desenvolvimento de afecções, como é o caso da osteoartrite társica. Também conhecida como esparavão, essa condição estabelece osteoartrose e periosteíte das articulações intertársica distal, tarsometatársica e intertársica proximal, cujo diagnóstico é realizado por radiografia. Dessa forma, o objetivo deste trabalho é relatar a relação entre a localização da reação osteo-periostal e anquilose articular em osteoartrite társica proliferativa anquilosante em cavalos da raça Quarto de milha usados em pistas de vaquejadas, com o emprego do exame radiográfico.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
VII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM VETERINÁRIO (SINDIV)