Radiodiagnóstico de divertículo do úraco, extracavitário e subcutâeno, em caprino (Capra hircus) da raça saanen, com o emprego de urografia excretora

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

P. C. Schellin
J. E. B. Leite

Resumo

O trato urinário dos caprinos é composto por rins, ureteres, vesícula urinária e uretra. Durante a vida fetal, também fazem parte do sistema excretor o úraco, estrutura tubular adjacente aos vasos umbilicais e o alantoide, cavidade que armazena a excreta fetal, o líquido alantoideano. Quando a regressão uracal não ocorre da maneira convencional, podem ocorrer alterações que persistem até a vida adulta do animal, que incluem: o úraco permeável, o cisto uracal, a fístula úraco-umbilical e o divertículo vésico-uracal. A presença do divertículo é assintomática, e passa despercebida durante a vida produtiva do caprino, exceto quando predispõe ao desenvolvimento de cistite. A radiografia convencional não permite o diagnóstico dessa afecção, sendo necessária a realização de urografia excretora. Dessa forma, este trabalho relata o diagnóstico da presença de divertículo uracal em caprino da raça Saanen, efetuado com o emprego da urografia excretora.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
VII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM VETERINÁRIO (SINDIV)