Osteossarcoma em sacro de felino doméstico: relato de caso

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

M. T. Kihara
G. Sembenelli
P. C. Jark
M. L. Avante
J. C. Canola

Resumo

A ocorrência de tumores ósseos primários em felinos não é frequente, visto pela incidência de 3,1 a 4,9 em um total de 100.000 casos. Dentre estes, o osteossarcoma (OSA) é o mais prevalente, com índices de 70% a 80%. O tipo de OSA mais comum é o de origem medular, que é mais prevalente em gatos de meia idade a idosos, com média de idade de 10,2 anos. O OSA medular pode acometer tanto o esqueleto apendicular como o axial. Na apresentação apendicular o local de maior incidência é na região distal de fêmur e proximal de úmero e tíbia, e nos felinos os membros pélvicos são mais frequentemente acometidos que os torácicos. Os OSA axiais se originam mais frequentemente no crânio e na pelve, porém também podem ocorrer na costela. Na literatura são escassos os trabalhos que relatam a ocorrência de OSA axial em felinos.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
VII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM VETERINÁRIO (SINDIV)