Hérnia perineal em fêmea canina com envolvimento uterino e piometra: relato de caso

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

G. B. Jarreta
N. P. Noronha
L. Marques
L. Pereira

Resumo

Hérnias perineais resultam do enfraquecimento e separação dos músculos que formam o diafragma pélvico, promovendo deslocamento caudal de órgãos abdominais ou pélvicos no períneo. Na espécie canina, as hérnias perineais acometem mais frequentemente os machos intactos, ocorrendo raramente em fêmeas. A causa da fraqueza muscular é desconhecida, mas alguns fatores aventados são, atrofia muscular senil, hiperplasia prostática e constipação crônica. Os raros casos que acometem as fêmeas tendem a estar associados à tosse crônica ou trauma pélvico prévio, onde pode ocorrer a retroflexão da bexiga. O diagnóstico é baseado no exame físico e exames de imagem, com a radiografia e a ultrassonografia. Este trabalho relata um caso de hérnia perineal em fêmea canina, com presença de útero comprometido por piometra como conteúdo herniário.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Seção
VII SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE DIAGNÓSTICO POR IMAGEM VETERINÁRIO (SINDIV)