A educação sanitária para a promoção da saúde humana e animal como medida preventiva contra doenças infecto-parasitárias

##plugins.themes.bootstrap3.article.main##

Juliana Rosa Carrijo Mauad
Mariana Burato
Camila Salmoria
Kathiellen Sousa Lomba
Rafaella Vezozzo
Ynae Schroder
Mariany Bonamigo Vieira

Resumo

O objetivo deste projeto de extensão foi utilizar diferentes ferramentas educativas para difusão e promoção da saúde em diversos setores do município de Dourados, Mato Grosso do Sul, para a prevenção e profilaxia de infecções de origem parasitária. O programa de extensão foi iniciado em agosto de 2011, com equipe multidisciplinar, composta por professores e acadêmicos de diferentes cursos da Universidade, bem como por profissionais colaboradores de vários setores da sociedade. O público alvo foi: i) professores do ensino de ciências da rede municipal e das escolas indígenas; ii) crianças e jovens alunos da rede municipal; iii) adultos e crianças do bairro Estrela Hory e; iv) agentes de saúde do município. Os acadêmicos envolvidos foram capacitados quanto aos assuntos abordados. As temáticas apresentadas pelo programa foram: piolho; escabiose; leishmaniose; bicho-de-pé; bicho geográfico; verminoses e; dengue. As ferramentas utilizadas foram palestras e jogos educativos, desenvolvidos pelos acadêmicos para diferentes faixas etárias, oficinas de trabalhos manuais, demonstração de parasitos, questionários, folders e cartilha educativa. No total foram visitadas 78% das escolas municipais, foram realizadas quatro capacitações com os professores do ensino de ciências, palestra educativa para 150 agentes de saúde, cinco oficinas de artesanato, duas palestras para a comunidade adulta do bairro Estrela Hory e treinamento dos professores indígenas. No geral, em todos os setores trabalhados a receptividade foi progressiva, e o interesse pelas temáticas foi amplamente discutido e positivamente absorvido tanto pelos acadêmicos integrantes quanto pelo público alvo. Conclui-se que a educação sanitária é uma excelente forma de promoção da saúde, assim como a medida preventiva mais barata a ser utilizada por profissionais envolvidos na área e setores públicos, entretanto, deve ser utilizada de forma contínua para a efetivação das ações extensionistas.

##plugins.themes.bootstrap3.article.details##

Palavras-chave
saúde pública; prevenção; parasitologia; extensão
Seção
RESUMOS CONBRAVET